Sobre este blog

Ser mestre é ser um semeador; não qualquer um deles, entretanto, aquele semeador que não escolhe o solo em que vai lançar sua semente e que não se queixa ou questiona se o solo é seco, árido ou fértil, porque o essencial é semear...



30 de nov de 2015



Uma mensagem de Natal



Sinto o cheiro de festas no ar. Tenho certeza de que vocês também, meus caros alunos. Estamos muito próximos do Natal, festa sublime que toca todos os corações, mesmo aqueles mais resistentes. Ficamos mais vulneráveis, sensíveis e reflexivos e isso é muito bom; é um prenúncio de que temos uma alma dentro de cada um de nós.
Para mim, que no próximo ano não estarei junto a vocês, esta separação será marcante; afinal convivemos diariamente como uma grande família, que compartilha, discute, briga, mas almeja o mesmo ideal: o desenvolvimento intelectual e afetivo. 
Neste momento, deixo de lado, as postagens específicas de lições na área de línguas para passar-lhes uma importante mensagem:
A escolha da profissão de professor é uma coisa sublime, cuja realização não se encontra no dinheiro, ascensão social ou até mesmo prestígio. Essa realização é obtida através do sucesso dos discípulos, da educação ético-moral e intelectual que teimamos em desenvolver... Se conseguimos não sei, mas havemos de persistir enquanto formos chamados de "professores." 
Escola vazia, solitária, já começa a sentir sua ausência. Não lhes digo adeus, porque essa palavra é muito pesada e, nesta Terra, até as pedras se encontram, como já ouviram falar. 
Que suas vidas sejam repletas de flores e belas festas e que a lembrança da nossa convivência seja eterna e imortal. Espero que as lições passadas sejam relevantes para sua vida pessoal  e profissional futura. 
Que as contribuições compartilhadas sejam significantes e que possam auxiliá-los de alguma forma no dia em que tiverem seus próprios filhos. e, não se esqueçam: este espaço continua sendo de vocês, podem usá-lo quando quiserem para tirar dúvidas e pedir esclarecimentos.
Um bom Natal a todos, e um excelente novo ano, cheio de felicidades e sucesso!

5 de nov de 2015








Bom-dia, alunos do CEPAV. Listo abaixo algumas possibilidades de trabalhos a serem realizados e entregues até o dia 20-11, aproximadamente, com o objetivo de compensação de ausências, dirigidos àqueles alunos que possuem excesso de faltas. Lembro que esses trabalhos devem ser escolhidos entre as listas abaixo de acordo com a série e matéria. Não se esqueçam de citar as fontes de pesquisa e identificar devidamente o seu trabalho. 



1ªs séries A,C,D, E: Inglês


a) Pesquisa sobre as principais preposições em inglês.


b) Verbos regulares e irregulares em inglês. 


c) Programa Jovens Embaixadores - Pesquisa sobre a importância desse projeto. 


2ª série F: Inglês 



a) Pesquisa sobre palavras em inglês formadas por prefixação, sufixação. 

b) Fazer uma resenha crítica sobre um filme (escrita em inglês).


c) Pesquisar quais as principais diferenças entre resenha e sinopse. 


3ª série F e G: Inglês 


a) Pesquisa de um texto que contenha adjetivos nos graus comparativo e superlativo explicando seus tipos.


b) Apresentar uma reflexão sobre voluntariado com base em um trabalho relevante deste tipo, encontrado através de pesquisa.


c) Fazer uma pesquisa sobre Country Music dos Estados Unidos.

2ªs séries A e B: Língua Portuguesa



a) Pesquisa sobre o Modo Imperativo dos verbos em geral; formação, tipos,uso e conjugação.

b) O texto dissertativo-argumentativo e os temas da atualidade mais utilizados em concursos e vestibulares.

Por favor, entrar em contato comigo na aula antes de iniciar o trabalho para verificar a quantidade desses trabalhos a serem realizados, isso depende do número de ausências a serem compensadas.
Agradeço a atenção.

26 de out de 2015


Halloween - Aos 1ºs anos A, C, D, E, ao 2º F e 3ºs anos F e G




Prezados alunos:
Outro aspecto cultural dos Estados Unidos diz respeito ao dia 31 de outubro, data em que comemoram mais uma festa bastante divulgada mundialmente, o Halloween ou Dia das Bruxas.
Tendo em vista que não será possível a realização desta atividade na aula de inglês, uma vez que a data cai num sábado, proponho que realizemos as atividades abaixo para a próxima 4ª feira, dia 28-10, lembrando que a participação não é obrigatória, porém valerá como nota adicional de participação na disciplina Inglês.

Resumo das atividades a serem desenvolvidas:

1-   Pesquisa sobre a data, sua origem, descrição do feriado no país e suas principais características.
2-   Pesquisa sobre a origem dos personagens que compõem a festa de Halloween.
3-   Criar fantasias simplesmente improvisadas para a aula de 4ª feira (dia 28-10)
4-   Ensaiar uma música de Halloween para apresentar na 4ª feira (28-10)
5-   Criar elementos decorativos para a sala de aula:



    a)  Gatos pretos
    b)  Teias de aranha
    c)  Maquetes pequenas de cemitério.
    d)  Abóboras
    e)  Bruxas e vassouras
    f)    Fantasmas
    g)  Maçãs
    h)  Caldeirões de bruxaria
    i)    Morcegos Aranhas
    j)    Vampiros



Os trabalhos referidos acima devem ser feitos em papel cartão ou outro material conforme a sua criatividade para serem espalhados pela classe, pendurados como móbiles (com barbante). Todos eles devem ter a legenda em inglês e podem ser feitos em equipe de até quatro pessoas.
Se quiserem representar, podem realizar uma pequena peça de teatro sobre o assunto.
OBS:

Por motivos de sustentabilidade ecológica, não utilizar isopor como material de confecção das peças de decoração da sala e não agredir o meio ambiente das salas e dependências da escola, visando a conservação do prédio. Obrigada pela atenção.

12 de out de 2015

Aos alunos do 3ºs anos do Ensino Médio


Aproximam-se as avaliações externas bastante significativas para aqueles que cursam o último ano do Ensino Médio, etapa de formação acadêmica que representa o término de todo um ciclo de estudos realizados pelos alunos como forma básica para o ingresso em uma faculdade ou continuidade de estudos.
O que tenho a lhes dizer além de desejar tranquilidade e sucesso nesta hora, é que reforcem sua atenção na interpretação dos textos contidos na prova na forma de enunciados das questões e de próprios textos de referência e base para resolução dos problemas.
Quanto à redação, é preciso muita reflexão, elaboração de rascunho e somente após muita argumentação feita sobre o tema solicitado é que passem para a etapa final de entrega do texto pronto.
Aqui mesmo, neste blog, há matéria sobre o texto dissertativo-argumentativo, é só pesquisar na barra à direita do blog. E no outro blog em que escrevo, há vários textos deste tipo sobre temas diversos. É só clicar no link abaixo:
Detendo-me agora na matéria Língua Inglesa, revendo as provas do ENEM de outros anos, verificamos que os textos são variados, tal qual como sempre acontece na área de Linguagens e Códigos.
Por exemplo, no ano de 2013, os textos foram: tirinhas de quadrinhos do personagem Calvin; um texto injuntivo ou prescritivo do United Nations sobre a Inclusão Cultural; texto informativo da Revista National Geographic e um texto sobre Steve Jobs das Seleções (Reader’s Digest). Na verdade, os textos informativos e injuntivos retirados de revistas organizações internacionais cobram do aluno que ele conheça questões relacionadas à atualidade, portanto devemos estar bem informados nessas questões. Você pode visualizar esta prova e as  dos demais  anos anteriores através do link:


Para maior tranqüilidade, apenas os textos estão escritos em inglês, as perguntas em forma de questões de múltipla escolha vêm em língua portuguesa, lembrando que o aluno tem que depreender dos textos o seu tema principal e  objetivo, geralmente, uma posição crítica  se espera na interpretação feita.
Quanto às alternativas, algumas confundem, mas observando bem e raciocinando coerentemente, chega-se à conclusão mais acertada. Por exemplo, no caso das tirinhas, o aluno deve concluir que o diálogo se passa entre pai e filho e que haveria apenas duas alternativas em que deveria se concentrar: a letra c e  e.  As demais seriam inconsistentes. Ficando entre duas, analise qual delas é a melhor opção e no caso, a alternativa c seria a mais completa, pois no final, no último balão, Calvin conclui que os diálogos com o pai nunca terminam onde ele supõe que terminassem como afirma a alternativa:

c) comenta que suas discussões com o pai não correspondem às suas expectativas.

Para encerrar, aconselho que não deixem de revisitar estas provas anteriores nas  páginas da internet como forma de pesquisa e estudo, pois podem fornecer subsídios para um bom desempenho nesta prova.
Boa-sorte!


5 de jul de 2015

AOS ALUNOS DO CEPAV 
CONTINUANDO AS AULAS SOBRE FONÉTICA (PRONÚNCIA)

Continuando nossa aula desse 3ª bimestre, escrevo esta postagem adiantando a matéria para o início de agosto.
Trataremos aqui da pronúncia do P e B iniciais primeiramente: ambos são pronunciados de maneira assoprada, se puderem colocar uma folha de papel em frente aos lábios poderão verificar a pronúncia correta desses fonemas (sons) através da movimentação da folha com o ar assoprado da boca ao pronunciar o p e o b.
Os símbolos fonéticos universais destes dois sons são respectivamente:
[p] e [b]
Verifiquem que apesar dos símbolos representarem um p e b comum como as do alfabeto português, elas não devem ser pronunciadas da mesma maneira como em português e sim, assopradas como explicado acima.
Outro caso específico é o caso das vogais a o que como tantas outras possuem variação de pronúncia de acordo com a palavra em que aparecem mas nunca são idênticas à fonética portuguesa.
Ex: other (onde pronunciamos âther)
No caso acima, o símbolo fonético do o é   [ʌ] um v ao contrário.
E essa pronúncia é igual ao u nas palavras:  run, cut.
Temos também o caso do a (artigo indefinido) que acompanha os nomes cuja pronúncia é variável, mas nunca semelhante ao nosso a pronunciado para fora da boca. Nesse caso, o símbolo fonético é [ə]
Esse som em inglês muitas vezes é ei quando pronunciado devagar ou como letra do alfabeto e, nesse caso o símbolo fonético desse som é: [eI]. 
Outro caso que merece atenção é o som do L que é pronunciado diferente do português da região sudeste. Devemos voltar a língua para o céu da boca para pronunciá-lo. 
O símbolo fonético do L é: [l]

Para maior fixação da pronúncia e dos sons estudados acima, assista ao vídeo, clicando no link abaixo:

Por enquanto é só. Treinaremos esses sons na sala de aula. Obrigada pela atenção.

26 de abr de 2015

Boa- noite, alunos do CEPAV. Volto a postar nesse espaço um assunto que vão trabalhar:  são os aspectos sociais dos Estados Unidos no que diz respeito aos feriados daquele país. Assim, vamos nos deter por enquanto nos feriados do mês de maio e os feriados são 2, lembrando que nem todos paralisam as atividades do país ou das cidades americanas. Vocês devem ter estes textos em seus cadernos para a realização de um trabalho em sala de aula. São eles:


1 LAST MONDAY OF MAY:

MEMORIAL DAY

This special day is for people to remember those who died in wars. Many people remember their dead friends and relatives on this day too.


2 MOTHER'S DAY AND FATHER'S DAY


One Sunday in May is Mother's day, and one Sunday in June is Father's day.Children, usually spend the day with their parents. They give them cards, flowers, or presents. Many businesses give presents to parents on these days.


(Esses textos foram retirados do livro: American custom and traditions by Terry Tomscha da Longman)


2º assunto: Pronunciation

Dando sequência as aulas de fonética, vamos ver agora a pronúncia dos fonemas th.

TH antes de sons de vogais e de consoantes.


Inicio essa exposição colocando um vídeo sobre a pronúncia desses sons que devem assistir com atenção, é só clicar no link abaixo:




Os símbolos universais que representam os sons do th em dicionários quanto à pronúncia e que aparecem entre colchetes são:

unvoiced (surdo -  não usa as cordas vocais) 

[θ] como em: Think, thanks,
thin, thought etc.

                 


Voiced (sonoro - usa as cordas vocais)

[ð] como em:

then, the, that, those, there etc.

Ainda a respeito do
th, dependendo da palavra que vem depois da palavra com th, o e final poderá ter som de i ou â.
Ex: the boy - verifica-se que a 2ª palavra começa por uma consoante, então a primeira palavra será pronunciada como dâ.

Ex:
the orange - verifica-se que a 2ª palavra começa por vogal, então a primeira palavra será pronunciada como di. (lembrando que todo o bom dicionário traz a simbologia fonética universal como veremos em sala)

Verifique no vídeo do link abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=OevBkVuT9XM

Espero que tenham entendido, maiores esclarecimentos na sala de aula, obrigada pela atenção e participação! Até a próxima aula.










4 de mar de 2015

Início de um novo ano. Março já desponta anunciando que é hora de despertar para o conhecimento e novas aquisições culturais. Dirijo-me a vocês, prezados alunos da Escola CEPAV ( Padre Vieira) para trocarmos experiências neste espaço que é nosso e que será usado, a partir deste momento, com a finalidade de esclarecer dúvidas, trocar ideias, postar comentários, enfim,  interagir, como forma de desenvolvermos um bom ensino do nosso Inglês, de forma completa, contemplando todos os aspectos necessários a uma boa aprendizagem. Sejam muito benvindos!

Aspectos da linguagem oral

Certamente, quando aprendemos uma língua não devemos desprezar o aspecto oral ou seja, a fala,  a pronúncia.
Na postagem de hoje, comentarei sobre dois fonemas,  dois sons pronunciados em inglês e a sua zona de articulação.
Traduzindo, esses sons para serem produzidos necessitam dos órgãos do aparelho fonador: (representação na figura abaixo):

(fonte: www. google.com.br)

pulmões
traqueia
laringe
lábios
dentes
palato (céu da boca) duro
palato (céu da boca) mole
nariz
Clique no link abaixo disponível para visualizar o funcionamento do aparelho fonador:
Quando pronunciamos as palavras, sejam elas provenientes de qualquer língua, usamos o aparelho fonador para produzir os sons.
O que ocorre é que dependendo da língua que falamos esses posicionamentos da língua em relação aos dentes e a toda boca são diferentes.
Como explicado em sala de aula, os sons de d e t em língua portuguesa são produzidos com a língua posicionada atrás dos dentes da frente.
Tente reproduzir os sons das palavras abaixo e das respectivas sílabas:

tapete    ta                                      dedo     de

Verificamos que, ao lermos esses sons, nossa língua posiciona-se atrás dos dentes, envolvendo a língua e os dentes, por esse motivo esses fonemas denominam-se linguodentais.

Porém, em inglês, esses sons são alveolares, isto é, o ponto de articulação está nos alvéolos, como o fonema l  da palavra lado. 

Pronunciem a palavra lado vagarosamente e prestem atenção no posicionamento da língua ao pronunciá-la. 
Verificaram que a língua se posicionou no início do céu da boca? 
Então, ao pronunciarmos d e t em inglês a língua deve tocar o início do céu da boca, produzindo um pequeno chiado.
Temos símbolos para representar todos os sons que saem de nossa boca para falar uma língua. 
Os símbolos que representam o T e o D  do Inglês são respectivamente:


[t] e [d]

Esta representação simbólica que aparece nos dicionários de língua inglesa e constituem o Alfabeto Fonético Internacional, nos possibilitam pronunciar corretamente os sons, quando estudamos o ponto de articulação destes. Assim, no caso destes dois sons, eles são produzidos com a língua no início do céu da boca.

Por hoje é só, acompanhem as orientações que serão complementadas em sala de aula com exercícios orais para treinamento da pronúncia correta.
Foram utilizadas as seguintes fontes para elaboração dessa aula:
www.google.com.br
www.youtube.com.br
www. meuingles.com
www.aprenda inglessozinho.com.br

Espero que tenham aproveitado este conteúdo tão importante para a aprendizagem da língua inglesa. Obrigada pela atenção.


Qualquer comentário em relação a estas informações, será muito benvindo. Participe!