Sobre este blog

Ser mestre é ser um semeador; não qualquer um deles, entretanto, aquele semeador que não escolhe o solo em que vai lançar sua semente e que não se queixa ou questiona se o solo é seco, árido ou fértil, porque o essencial é semear...



30 de out de 2016

Caros alunos dos 6ºs anos A e B, 7ºs anos A e B e 8º ano A: Queiram anotar em seus cadernos de inglês esta postagem:







Chega o momento da apresentação do nosso projeto principal idealizado no início do ano e também o último deles: a comemoração do Halloween, um aspecto cultural dos países que falam a língua inglesa, principalmente os Estados Unidos. Sabemos que esta festividade caiu no gosto dos brasileiros e de outros países da América do Sul, pelo seu caráter misterioso e assustador. 
Denominei o projeto com o nome de Seres Místicos Culturais, uma vez que os personagens são puramente criações de ficção: vampiros, fantasmas, bruxas, duendes, monstros só existem na imaginação das pessoas, assim como o nosso Saci Pererê, Cuca, presentes nas obras do escritor brasileiro Monteiro Lobato.
A história do Halloween é muito antiga, iniciou-se com os celtas, antigo povo que habitava as Ilhas Britânicas que acreditavam que na véspera do Dia de Todos os Santos, (All Hallow's Eve) estes  seres místicos invadiam a Terra com o intuito de ameaçar a comemoração, assim, eles se vestiam de monstros, fantasmas e outros para assustar os maus espíritos e realizar sua colheita em paz. Comemoravam o dia da colheita servindo farta comida e vinho. 
Atualmente, nos Estados Unidos, as crianças e até mesmo os adultos se vestem à caráter, e aquelas vão de porta em porta, onde batem e pedem: "Trick or Treat" (Doce ou Travessura). O objetivo do Halloween é realmente assustar, aterrorizar. Assistam a um vídeo do Youtube sobre o Halloween, 2016 nos Estados Unidos e conte  o que viu em seu caderno. Espero que gostem da apresentação do projeto na escola, tenham um bom espetáculo!