Sobre este blog

Ser mestre é ser um semeador; não qualquer um deles, entretanto, aquele semeador que não escolhe o solo em que vai lançar sua semente e que não se queixa ou questiona se o solo é seco, árido ou fértil, porque o essencial é semear...



4 de set de 2013

Prezados alunos do 2º ano G do curso noturno da E.E Joaquim Leme do Prado, este texto é para vocês e todos aqueles que cursam esta mesma série por esse São Paulo afora e que fizeram a Avaliação Diagnóstica do ano de 2013.


Comentarei aqui a prova de Produção de texto, uma vez que a redação é a atividade que mais preocupa os alunos, muitos tendo dificuldade até mesmo de iniciá-la. O ato de escrever bem está relacionado à qualidade da leitura, não se escreve bem se não se lê e hoje pelas condições sofridas da nossa sociedade que luta pela sobrevivência, sobra muito pouco tempo para essa atividade. Entretanto, verifico que vocês ocupam seu tempo livre a navegar pela internet nos facebooks da vida, ou a jogar online em sites da internet. Nada contra, todos têm direito à diversão, porém devemos nos esforçar para que possamos também cuidar da nossa formação, tendo atenção às aulas, realizando nossos deveres com maturidade e comprometimento, arranjando um tempo, por pequeno que seja, para uma ida à biblioteca da escola que funciona às terças para o período noturno, emprestando e lendo um bom livro que nos será de extrema importância. Podem ter certeza que se fizerem isso, o ato de escrever será prazeroso e muito mais fácil.
Mas passemos ao comentário da prova. Toda avaliação de produção de texto atualmente, oferece uma proposta que estabelece algumas condições que devemos seguir para elaboração de uma redação, seja ela do tipo que for.Se os alunos avaliados não seguem essa proposta, perdem muitos pontos e correm o sério risco de serem eliminados. Ora, hoje vocês passam por inúmeros testes: para conseguir um emprego, para obterem bônus para o ingresso em uma faculdade, para conseguir uma vaga na universidade ou em qualquer curso técnico, assim, não temos como fugir ou brincar com a vida. Isso é muito sério, é a nossa vida, o nosso futuro que estão em jogo.No caso em questão, a proposta ofereceu três textos-base: o primeiro deles, um texto informativo que definia a palavra"narcisista" e sua origem provinda do nome do personagem da mitologia grega, Narciso, que segundo a lenda era muito atraente e se apaixonou pela própria imagem e acabou morrendo, pois deixou de se alimentar para mirar-se no lago.Depois de sua morte, nasce às margens das águas uma linda flor branca que em sua homenagem recebeu seu nome.
O segundo texto também informa sobre outro personagem "Dorian Gray", do autor Oscar Wilde, onde estão presentes a vaidade e a obsessão pela própria beleza, assim como a humanização do quadro do personagem que  incorpora seus sinais físicos de envelhecimento durante os anos.
O terceiro texto trata do homem moderno e sua condição de escravo da mídia que incentiva ao consumo, o faz ligar sua identidade à aparência física, e o leva à obsessão por um corpo perfeito com isso causando a discriminação e o preconceito contra aqueles que não seguem o padrão determinado  pelos meios de comunicação de massa, principalmente TV, revistas e internet.
A proposta pedia a leitura dos textos que discorriam sobre a vaidade presente como comportamento da sociedade atual, solicitava que reunissem argumentos, fatos e opiniões que versassem sobre o corpo da moda na sociedade de consumo. 
A primeira coisa que se deve ter em mente nesse caso é ler com atenção redobrada os textos oferecidos, pensar que temos que colocar um título (nome) em nossa redação e que esse nome não é o tema solicitado. Muitos de vocês confundiram e colocaram o tema como o título da redação. Outra dica é para colocarem o título apenas quando terminarem a redação, porque a tendência é repeti-lo na primeira linha do texto.As recomendações devem ser seguidas à risca para que obtenham uma boa pontuação. Assim deve-se fazer um rascunho antes para que ao passarmos a limpo o texto esteja corrigido e livre de erros graves, porque não podemos evitar que aconteçam, porém não podemos exagerar neles. Pressuponha um leitor, não escrevam apenas para vocês mesmos, tenham em mente que a letra deve ser legível em um texto onde a clareza de pensamentos, a elegância na seleção do vocabulário, o uso da linguagem padrão formal com obediência das convenções da escrita e conhecimento dos mecanismos da língua possam transparecer.
Foi estabelecido o número de linhas de 15 a 30. A esse respeito, não tentem "enrolar" copiando pedaços dos textos-base oferecidos, aumentar a letra, ou contrariar  essa recomendação, se já se prepararam lendo bastante, conseguirão desenvolver um bom texto. Leiam o comentário da postagem  anterior destinado aos alunos do terceiro ano. Lá estão sendo colocados: a parte teórica do texto quanto a sua estrutura (forma) e o que você deve ou não deve fazer. Segue abaixo um link com o endereço de outro blog meu que traz apenas textos variados onde publicarei na próxima postagem um texto-exemplo para vocês, nos moldes solicitados pela Diretoria de Ensino Centro.Espero ter-lhes sido útil, até a próxima.